Impactos ambientais e regionais de cenários de crescimento da economia brasileira — 2002-2012

Authors:

Joaquim J. M. Guilhoto – Universidade de São Paulo

Ricardo Luis Lopes – Universidade Estadual de Maringá

Ronaldo Serroa da Motta – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada

Abstract: Este estudo simula os efeitos ambientais usando, para isso, o modelo Mibra interregional de equilíbrio geral com um cenário pessimista de taxa de crescimento nacional de 2,3% a.a. e outro otimista, com crescimento de 4,4% a.a. para o período 2002-2012. Com base em coeficientes de intensidade de poluição ou uso de recursos ambientais associados ao valor da produção das atividades econômicas, foram estimados os efeitos ambientais desses dois cenários tanto em nível nacional como para as macrorregiões Norte, Centro-Oeste, Nordeste, Sudeste e Sul. Os resultados indicam que uma desconcentração regional para fora do eixo Sudeste-Sul permite que taxas de crescimento mais elevadas elevem o ganho de eficiência ambiental ao gerar taxas de crescimento menores nas razões de carga industrial poluidora ou do nível de uso de água e energia por unidade de valor produzido.

Download SSRN / Download IDEAS / Download ResearchGate

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s