A participação da agricultura familiar no PIB do Ceará

Authors:

 Joaquim José Martins Guilhoto – Universidade de São Paulo

Carlos Roberto Azzoni – Universidade de São Paulo

Sílvio Massaro Ichihara – Universidade de São Paulo

Resumo: A partir do estudo “Agricultura Familiar na Economia: Brasil e Rio Grande do Sul” publicado em 2005, pelo NEAD – Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural do Ministério do Desenvolvimento Agrário, a percepção da importância na economia da agricultura familiar ganhou dimensão especial, onde se evidenciou que a média de participação da mesma na economia brasileira chegou a quase 10%. Com a criação da Secretaria do Desenvolvimento Agrário em 2007, o Governo do Estado do Ceará passa a reconhecer a agricultura familiar como setor estratégico para o desenvolvimento sustentável de sua economia, considerando a importância deste nas relações sociais de produção no meio rural. Vale salientar que o conceito que se estabelece em torno do termo “agricultura familiar” não necessariamente se associa à “pequena produção” e “agricultura de baixa renda”, de forma a não condenar as família à estagnação e ao subdesenvolvimento. Sensível a esta realidade, o Instituto Agropolos do Ceará, em parceria com o Banco do Nordeste do Brasil, encomendou o mesmo estudo à Fundação Estudos e Pesquisas Econômicas – FIPE, para definir e quantificar as cadeias produtivas da agricultura familiar no Estado do Ceará. O estudo “A Participação da Agricultura Familiar no PIB do Ceará”, ora apresentado, considerou a mesma metodologia utilizada, também pela FIPE, em 2005. Sob a coordenação dos professores doutores Joaquim José Martins Guilhoto e Carlos Roberto Azzoni, vinculados à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP, reconhecidamente especializados por suas análises estruturais da economia nacional e regional, este documento passa a ser um importante instrumento de referência para o acompanhamento permanente dos indicadores conjunturais das cadeias produtivas ligadas ao meio rural no Ceará. Buscamos, dessa forma, ampliar o diálogo e estreitar as relações entre os órgãos públicos, universidades, centros de pesquisa e organizações vinculadas ao desenvolvimento rural, para aperfeiçoar as políticas públicas direcionadas ao setor.

Abstract: From the study “Family Farming in the Economy: Brazil and Rio Grande do Sul” published in 2005 by NEAD – Nucleus of Agrarian Studies and Rural Development Ministry of Agrarian Development, the perception of the importance of family agriculture in the economy has gained special dimension, which showed that the average share of it in the Brazilian economy reached almost 10%. With the creation of Secretariat of Agricultural Development in 2007, the Government of Ceará State comes to recognize the family farm as a strategic sector for sustainable development of its economy, considering the importance of the social relations of production in rural areas. It is worth mentioning that the concept is established around the term “family farm” is not necessarily associated with the “small production ” and “low income agriculture “, so as not condemn the family to stagnation and underdevelopment. Sensitive to this fact, Agropolis Institute of Ceará, in partnership with the Bank of Northeast Brazil, even commissioned the study to the Foundation Studies and Economic Research – FIPE, to define and quantify the productive chains of family farming in Ceará. The study “The Participation of Family Farming in Ceará’s GDP, ” presented here considered the same methodology, also for FIPE in 2005. Under the guidance of Professors Joaquim Jose Martins and Carlos Roberto Azzoni Guilhoto, affiliated to the Faculty of Economics, Management and Accountancy University of São Paulo, known for its specialized structural analysis of national and regional economy, this document becomes an important reference tool for continuous monitoring of short production chains related to rural Ceará. We seek, therefore, increase dialogue and strengthen relations between government agencies, universities, research centers and organizations linked to rural development, to improve public policies directed to the sector.

Download SSRN  Donload IDEAS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s