Geração De Emprego E Renda No Complexo Supermercadista Brasileiro Na Década De 1990

Autores:

Umberto Antonio Sesso Filho – Universidade Estadual de Londrina

Joaquim José Martins Guilhoto – Universidade de São Paulo

 Resumo: Neste estudo é desenvolvida a metodologia e realizada a mensuração da importância do complexo supermercadista brasileiro para a geração de emprego e renda na economia brasileira na década de 1990. Para tanto, são construídas matrizes de insumo-produto para os anos de 1990, 1995 e 1999, nas quais o setor supermercadista é destacado do setor de comércio. Os resultados mostram, que em 1999, o complexo supermercadista respondia por aproximadamente 6,1% do emprego na economia (3,8 milhões de pessoas ocupadas) e por de 5% do Produto Interno Bruto (R$ 46,8 bilhões de 1999). O trabalho também apresenta os resultados desagregados setorialmente, de tal forma que é possível se ter conhecimento da interligação do setor supermercadista com os demais setores da economia e da importância desta ligação para geração de emprego e renda.

 Palavras-chaves: Supermercado, emprego, PIB, insumo-produto, Brasil

 Download SSRN  Download IDEAS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s