Informalidade um retrato setorial da economia brasileira

Autores:

 Fernanda Satori Camargo da Cunha – Universidade de São Paulo

Denise Imori – Universidade de São Paulo

Leandro De Oliveira Almeida – Universidade de São Paulo

Joaquim José Martins Guilhoto – Universidade de São Paulo

Resumo: O trabalho pretende discutir as características e evolução do pessoal ocupado e da remuneração procurando analisar a relação setorial entre os empregos formais e informais, a partir de 1992 até 2001, sob a ótica do modelo Insumo-Produto. Os dados mostram que o setor informal foi responsável por cerca de 54% dos empregos gerados no período. Geradores de emprego e remuneração formal e informal para os empregados são calculados no estudo. Os principais resultados apontam uma diminuição do potencial de geração de postos de trabalho na década de 1990.

 Palavras-chaves: Mercado de trabalho, insumo-produto, informalidade

Download SSRN  Download IDEAS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s