Infra-Estrutura De Transporte: Uma Análise Através De Modelos Aplicados De Equilíbrio Geral Inter-Regional

Authors:

Maria da Piedade Araújo – Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Joaquim José Martins Guilhoto – Universidade de São Paulo

Resumo: Este trabalho analisa os impactos da implementação de projetos de infra-estrutura de transporte sobre o crescimento econômico nacional e regional. O arcabouço metodológico consiste da integração de um modelo de transporte a um modelo aplicado de equilíbrio geral inter-regional. Foram avaliados os impactos sobre a economia nacional e regional da duplicação da rodovia federal BR-101. Amelhoria da  BR-101, uma das mais importantes ligações rodoviárias entre as regiões Nordeste, Sudeste e Sul do país, apontam para difícil situação da região Nordeste em relação às demais regiões brasileiras. Os resultados de longo prazo mostram uma perda relativa do Nordeste em relação às regiões mais dinâmicas do país, quando se considera a variação do PIB. Ou seja, a melhoria da infra-estrutura num contexto inter-regional, implica que regiões mais dinâmicas atraem para si os benefícios de um melhor fluxo de comércio. Neste sentido, a dependência do Nordeste com respeito ao comércio intra-regional é exacerbada com a melhoria da acessibilidade entre as regiões.

Abstract: This work analyses the impacts of the implementation of transportation infrastructure projects over the regional and national economic growth. The methodological framework consists in the integration of a transportation model with an interregional applied general equilibrium model. The simulations are conducted to access the impacts on the national and regional economies due to the duplication of the federal highway BR-101. The improvement of BR-101, one of the most important road linking between the regions Northeast, Southeastern and South of the country, points with respect to difficult situation of the Northeast region in relation to the too much Brazilian regions. The results of long run show a relative loss northeast in relation to the regions most dynamic of the country, when the variation of the GDP is considered. That is, the infrastructure improvement in an interregional context, imply that more dynamic regions attract for itself the benefits of one better flow of commerce. In this sense, the northeast dependence with respect to the intraregional trade is extended with the improvement of the accessibility between regions.

Download SSRN  Download IDEAS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s